Nem sempre é fácil perceber quando o consumo do álcool cruzou a linha de uso moderado e social para um uso nocivo ou sérios problemas de alcoolismo. Se uma pessoa passa a consumir álcool para lidar com as dificuldades ou para evitar sentir-se mal, esta encontra-se em território de potencial perigo e, sem perceber, pode passar a precisar do tratamento de alcoolismo.

O alcoolismo ou abuso do álcool ocorrem devido a vários fatores interligados, incluindo a genética, a maneira com que o dependente foi criado, o seu meio social e sua saúde mental.

Pessoas que possuem um histórico familiar ou que possuem estreita relação com outras que fazem o consumo pesado de bebidas alcoólicas, estão mais propensas a desenvolver problemas de alcoolismo. Também, aqueles que sofrem de problemas, tais como ansiedade, depressão, doença bipolar também estão particularmente em risco, pois o álcool pode ser usado como uma forma de automedicação.

A diferença entre uso freqüente do álcool e alcoolismo é que o alcoólatra não tem mais a capacidade de definir seus limites para o consumo.

Fale conosco pelo chat, whatsapp ou LIGUE AGORA (11) 99628-8050 (11) 97580-9083 (11) 98719-1196 (11) 99628-2498

Seu uso é autodestrutivo e perigoso para si e para outras pessoas que vivem a sua volta.

O alcoolismo envolve todos os sintomas de abuso de álcool, mas também envolve outro forte elemento: a dependência física alcoólica. Se a pessoa torna-se dependente de álcool para “funcionar” ou se sente fisicamente obrigado a beber, é bem possível que ela tenha se tornado alcoólatra.

A crescente tolerância ao álcool pode ser o primeiro grande sinal de alerta de alcoolismo, além de outros indícios:

· Beber muito mais do que antes para ficar tonto ou sentir-se relaxado;

· Beber mais que as outras pessoas sem ficar bêbado.

Tolerância significa que, ao longo do tempo, o indivíduo precisa de mais e mais álcool para sentir os mesmos efeitos.

Outro sinal de alerta importante sobre alcoolismo é quando a pessoa percebe que precisa beber para aliviar os efeitos da ansiedade e da agitação. Beber para aliviar ou evitar os sintomas de abstinência é também um sinal de alcoolismo e uma enorme bandeira vermelha.

Quando se bebe muito, o corpo se acostuma com o álcool e apresenta sintomas de abstinência quando lhe falta. É neste momento que se deve procurar ajuda o quanto antes e ir em busca de um tratamento para alcoolismo.

  • Situações de Emergência? Saiba o que fazer.

    A dependência química ou o alcoolismo costuma deixar o indivíduo refém da substância, sem a capacidade de avaliar o mal que ela faz a si e às pessoas que estão próximas. Com isso, por mais evidentes que sejam os danos causados pela dependência casos extremos acontecem, nesses casos.

  • LIGUE AGORA 11 99628-8050!